Todas as propriedades e benefícios do feijão

Os feijões são legumes de cores muito benéficas para a saúde, pois constituem um prato muito nutritivo, rico em proteínas, vitaminas e minerais. De acordo com pesquisas realizadas pelo Hospital St. Michael’s de Toronto, consumir uma porção de feijão por dia reduz o colesterol prejudicial.

O que são os feijões?
Trata-Se de uma espécie anual, nativa da América central e América do Sul com inúmeras variedades em todo o mundo, ideais para o consumo tanto como vagens verdes como sementes frescas ou secas.
É conhecido também como feijão, feijão, feijão e feijão.
Informação nutricional
Por cada 100 g feijão incluem:
Energia 333 kcal

Carboidratos 61.5 g

Proteínas 19.2 g

Água 7.9 g

Vitaminas

Vitamina A 1.0 µg

Vitamina B1 0.62 mg

Vitamina B2 0.14 mg

Vitamina B3 1.7 mg

Vitamina B6 0.4 mg

Vitamina B9 394 µg

Minerais

Cálcio 228 mg

Magnésio 140 mg

Fósforo 407 mg

Potássio 1406 mg

Sódio 24 mg

Zinco 2.79 mg
Benefícios do feijão

Os feijões são considerados como uma grande fonte de proteínas. Por esta razão, vegans e vegetarianos como a base de sua dieta. Recomenda-Se combiná-los com arroz para obter todos os aminoácidos essenciais.
Fonte de energia
São uma grande fonte de energia, com 100 gramas recebe até 200 calorias, das quais, 20% correspondem a proteínas.
Para a diabetes e prisão de ventre
São benéficos para os diabéticos, porque, apesar de possuir hidratos de carbono, os feijões controlam a absorção de glicose no intestino, graças ao seu alto teor de fibra.
Devido a isso, se os combinamos com água, podem se tornar um remédio contra a prisão de ventre, prevenindo assim, o câncer de colón. Eles também ajudam a prevenir doenças cardiovasculares e reduzem o colesterol.
Fornecem vitaminas e minerais
Fornecem vitamina A, necessária para o cuidado dos ossos, da pele, de manter o bom funcionamento das vias respiratórias, urinárias e intestinais, bem como, a regeneração das células. Esta vitamina ajuda a combater a cegueira.
RECOMENDADO Propriedades de feijao
O fósforo é o mineral mais em destaque que trazem essas legumes, é necessário para os dentes, os ossos e a regeneração muscular. Também fornecem magnésio e potássio, minerais necessários para o correto funcionamento do sistema nervoso, para o equilíbrio da água do organismo e rache a circulação sangüínea.
São uma grande fonte de ferro vegetal ou não hemínico, este ferro é absorvido em menor proporção do que o de origem animal, mas, a sua concentração é maior.
São uma grande fonte de cálcio, fornecem 40% em comparação com uma porção de leite. São uma ótima opção para as pessoas que não podem consumir cálcio.
Fornecem grandes quantidades de vitaminas do complexo B, especialmente o ácido fólico, necessário para as grávidas porque previne alterações no fechamento do tubo neural no feto. As vitaminas do grupo B também são essenciais na produção de energia do nosso corpo, melhora a memória e previne ou alivia estados depressivos.

O feijão engordam?
Acredita-Se que um prato de feijão é calórico e, portanto, engordam, no entanto, estes alimentos são ricos em todo o tipo de micronutrientes, vitaminas, aminoácidos e vitaminas necessárias para uma dieta saudável. A FAO garante que o consumo de feijão ajuda a tratar os transtornos alimentares, como a obesidade.
Os vegetais são ricos em fibras solúveis, isso facilita a digestão, assim como reduz o LDL-colesterol e regulam os níveis de açúcar no sangue. São também de baixo teor de gordura. Por estes benefícios são recomendados por organizações de saúde para prevenir e tratar doenças como a obesidade, diabetes e problemas cardíacos.
Preparação de feijão
Para preparar o feijão só é necessário contar com uma xícara para cada duas pessoas. Recomenda-Se embebendo os feijão em bastante água desde a noite anterior. Esta água já pode ser usada para cozinhá-los ou eliminá-lo e substituí-lo por água fresca.
Cocínalos em uma panela de pressão para que se abrande rapidamente, também pode cozinhá-los em uma panela comum, mas podem demorar mais. Uma vez que estejam semiblandos preparar um refogado com os legumes, temperos e carnes de sua preferência e adicione os feijões.
RECOMENDADO Benefícios da luteina
Deixe cozinhar até que os vegetais estarem macios.
Perguntas frequentes
Qual é o feijão mais nutritivo?
Não existe um consenso obre qual feijão é mais nutritivo, apenas são considerados três tipos de legumes, como as mais nutritivas e a melhor opção na hora de comer:
Lentilhas: Disponíveis em uma grande variedade de cores as mais ricas em fibras são as verdes. São recomendados para manter equilibrados os níveis de açúcar.
Feijão preto: Conhecidas como feijão preto ou caraotas têm uma textura muito macia. São ricas em manganês, vitamina B1, ferro, fósforo e magnésio. São as que mais antioxidantes proporcionam.
Feijão vermelho: São deliciosos e cheios de cor. São recomendados para melhorar a memória, reduzir o risco de sofrer um ataque cardíaco e para estabilizar os níveis de açúcar no sangue.
O que feijão leva o locro?
O locro é uma preparação muito reconhecida na área da cordilheira dos Andes, desde a Argentina até o norte do Chile, até o sudoeste da Colômbia, Bolívia, Equador, Paraguai e Peru.
É preparado com feijão pallares, vegetais e carne de porco, sendo opcional o cuerito, buchada e a tripa gorda.
É um prato com um alto conteúdo energético e muito nutritivo.
Porque os vegetais dão gases?
Os vegetais dão gases devido aos seus componentes. Contendo oligossacarídeos como a rafinosa, estaquiosa e verbascosa, hidratos de carbono que não são metabolizados no estômago ou no intestino delgado, pois nosso organismo não tem de alfa-galactosidase, a enzima que hidrolisa e as transforma em açúcares simples.
Estes hidratos de carbono passam para o intestino grosso e lá sofrem o processo de fermentação anaeróbica pelas bactérias do trato digestivo. Esta fermentação produz gases como o dióxido de carbono, hidrogênio e metano. Estes gases produzem as flatulência e mau cheiro.

Um truque para evitar os gases é eliminar os oligossacarídeos. Isto pode fazer embebendo os legumes do dia antes de cozinhá-las. Isto amacia a pele externa e ao cozinhá-las lentamente se hidrolizarán os oligossacarídeos de forma natural.